Weby shortcut
Youtubeplay

O INCT EECBio

Atualizado em 07/07/17 08:34.

A diversidade biológica engloba diferentes níveis da organização, desde genes e espécies até ecossistemas e biomas, estando distribuída de forma heterogênea no espaço geográfico. Essa diversidade responde a diferentes componentes de variação ambiental de forma complexa em diferentes escalas espaciais. Ao mesmo tempo, ao contrário do que ocorre em muitos sistemas complexos físicos ou químicos, a biodiversidade possui um forte componente histórico, uma vez que os padrões emergem pela ação de processos atuando nos diferentes níveis de organização e escalas espaciais ao longo do processo evolutivo. Compreender esses padrões e processos requer, cada vez mais, a integração de pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento. Essa compreensão, por sua vez, é importante não só para entender melhor a origem e manutenção da biodiversidade como também para manter processos ecossistêmicos que permitem a continuidade da espécie humana na Terra. A perda de biodiversidade em diferentes escalas é um processo intensificado pelas atividades humanas que tem gerado preocupação global e, sem dúvida, mudanças no uso da terra (especialmente perda de habitat), invasões biológicas e as mudanças climáticas de origem antrópica são atualmente os fatores de ameaça mais relevantes para a extinção de espécies e perda de serviços ecossistêmicos cruciais para a persistência da própria espécie humana.

O Instituto Nacional de Ciência & Tecnologia (INCT) em Ecologia, Evolução e Conservação da Biodiversidade (EECBio) foi criado a partir da Chamada MCTI/CNPq/CAPES/FAPs 016/2014, com financiamento do CNPq e FAPEG. O principal objetivo do EECBIO é criar, ampliar e formalizar redes de cooperação entre mais de 120 pesquisadores de diferentes instituições do Brasil e do exterior atuando em diferentes áreas do conhecimento sobre biodiversidade, facilitando assim o intercâmbio de ideias em termos de métodos, teorias e fornecendo subsídios para solução de problemas de conservação.

Em termos práticos, espera-se promover a integração do conhecimento da biodiversidade em diferentes escalas espaciais, temporais e níveis da hierarquia biológica, por meio do desenvolvimento, aplicação, avaliação e divulgação de métodos inovadores para a obtenção e análise de dados em biodiversidade. Visa-se assim uma melhor compreensão dos padrões e processos ecológicos e evolutivos envolvidos na origem e manutenção da biodiversidade, bem como a otimização de estratégias para sua conservação com base em evidências sobre efeitos antrópicos, especialmente causados por mudanças climáticas, invasões biológicas e mudanças no uso do solo. Ao mesmo tempo, espera-se que a integração de pesquisadores e estudantes por meio do EECBio melhore a capacitação de profissionais atuando nas diferentes áreas da biodiversidade no Brasil.


wordly

Listar Todas Voltar